Perdão: Dívida Paga!!!

Este é o primeiro post de um dos mais novos colaboradores oficiais do Grito, seja bem vindo irmão/missionário! Que o Senhor seja contigo onde quer que você for e que você sempre ande em espírito e em Verdade

Escrito por José Yuri da Silva Gomes, colaborador oficial Grito da Verdade

“Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos.Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia uma enorme quantidade de prata.Como não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua mulher, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida.

“O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo’.

O senhor daquele servo teve compaixão dele, cancelou a dívida e o deixou ir.

“Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários. Agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Pague-me o que me deve! ’

“Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: ‘Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei’.

“Mas ele não quis. Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.

Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar ao seu senhor tudo o que havia acontecido.

“Então o senhor chamou o servo e disse: ‘Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou.

Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você? ’

Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia.

“Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão”.

Eu queria falar sobre uma das parábolas de Jesus: A parábola do devedor duro, que fala de certo rei, que quis que seus sevos lhes prestassem contas. Um deles devia muito e naturalmente o rei chamou-o para o ajustes de contas.

A primeira lição que o Senhor Jesus Cristo dá, é que um dia todos nós vamos dar contas de nossos pecados, de nossos hábitos, ao Senhor, bons ou maus. (2ª Carta aos Coríntios, capítulo 5 e versículo 10). A Bíblia declara que esse acerto de contas será inevitável. Nossas dívidas espirituais são imensas, pois cada pecado que cometemos, constitui-se uma dívida.

Não se trata de uma dívida comum, mas uma dívida com o Rei (Deus) o nosso Senhor.

Aquele homem que devia ao Rei, não tinha condição de pagar, então o Rei ordenou que fossem vendidos ele, a sua mulher e seus filhos, com tudo quanto tinha para que sua dívida fosse paga. Então aquele servo prostrou-se e o reverenciou dizendo: “Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei” (versículos 25 e 26 de Mateus capítulo 18).

Então o rei lhe perdoou e lhe soltou. Isso nos faz refletir de que todos nós somos devedores de Deus e Ele nos perdoou por causa de seu grande amor. Deve se deixar bem claro que quem ama a Deus ama também o seu próximo, porque assim como o Senhor, nosso Deus, nos perdoou todas as nossas dívidas, também devemos fazer o mesmo com os nossos devedores (Mateus, capítulo 6 e versículo 15).

Aquele servo, saindo da presença do rei, se encontrou com outro servo que lhe devia também dinheiro e lhe sufocava dizendo: “paga-me o que me deves.”. Seu companheiro prostrou-se à seus pés e lhe rogava dizendo: Sê generoso para comigo e tudo te pagarei, ele porém não quis saber e o colocou na prisão por causa disso.

O que podemos perceber que Jesus fala nessa parábola é que se o Rei tinha perdoado a dívida, o servo devia ter feito o mesmo também, mas ao invés disso também o jogou na prisão, então o Rei se irou e o entregou aos atormentadores para que lhe pagasse tudo o que lhe devia. Jesus ainda diz: Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão.

Falei sobre o perdão de Deus e que todos devemos perdoar nossos irmãos (devedores) porque a nossa dívida para com Deus era impagável, porque o salário do pecado é a morte” (Romanos, capítulo 6 e versículo 23) e mesmo assim Ele enviou o seu único filho para nos salvar. Cristo veio a esse mundo e pagou a nossa dívida.

Na 1º Carta de Pedro, capítulo 2 e versículos 24 e 25 diz: Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.

Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo de nossas almas. (1ª Carta de Pedro, capítulo 2 e versículo 24 e 25)

Então perdoe o seu próximo para que o Senhor possa lhe perdoar.

Pense nisso…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s