1 ano!

Neste mês de Outubro estamos completando um ano de existência deste Blog e o Senhor tem nos abençoado muito e abençoado também muitas vidas através deste projeto. Este é um pequeno post-comemoração e quero deixar aqui nosso muito obrigado ao Senhor por nos usar desta maneira e um muito obrigado a vocês que tem nos visitado ao longo desse tempo.

Ainda temos promessas de Deus para este projeto e mais promessas ainda para vocês que acessam porque estamos orando e esperando que Deus faça o melhor por todos os seus filhos.

Que Deus traga bênçãos para vocês e a mim e os colaboradores… enfim, tudo vem dEle e para Ele e por Ele. Louvado seja o nome de Jesus por este ano!

Anúncios

A Tenda da Presença de Deus. Parte 6# – Um intercessor que vive e AMA.

Outros posts desta série:

A Tenda da Presença de Deus. Parte 1# – Eu sou a Porta.

A Tenda da Presença de Deus. Parte 2# – A oferta do altar do holocausto.

A Tenda da Presença de Deus. Parte 3# – O Rio Vivo.

A Tenda da Presença de Deus.Parte 4# – Pães e filhos do Altíssimo.

A Tenda da Presença de deus. Parte 5# – “Deixa penetrar a Luz…”

O objetivo desse estudo no momento é mostrar o quanto Deus tem a nós como o seu bem mais precioso e que o sonho da sua vida é te ter para sempre perto dEle, desfrutando desse amor e da realidade de sua personalidade, além de mostrar a sua santidade no meio do povo de Israel já que a Tenda se trata da morada de Deus dentro da sociedade do seu povo escolhido e também mostrar o quanto de profecia do messias está contida na Tenda, mostrando-nos o que o Senhor Jesus que é o tema central da Bíblia e que Ele está vivo e está pronto para fazer o que preciso for para te tornar santo e te levar cada vez mais perto do nosso Criador, pois a sua morte retira toda a culpa do pecado seja ele qual for, já que nenhum homem é justo o bastante para chegar perto do Deus Justíssimo (Romanos, capítulo 3 e versículo 10).

Vamos aqui neste post falar de mais um objeto da tenda que ficava no lugar santo: O altar de incenso. O altar era onde era queimado o incenso sagrado que não podia ser queimado em nenhum outro lugar (Êxodo, capítulo 30 e versículo 38) e devia simbolizar a adoração e oração do povo de Israel ao Deus Misericordiosíssimo, mas o mais importante aqui é falar do que representa hoje em dia neste tempo de dispensação da graça, porque simboliza a intercessão de Jesus diante do Pai por todos os seres humanos que acreditarem e se negarem si mesmos em amor do seu nome (Evangelho de Marcos, capítulo 8 e versículo 34).

Muito se fala hoje em dia da morte do nosso Senhor Jesus, mas creio eu que não se fala muito da realidade da sua vida ressuscitada aos que ainda não conhecem, ou seja, não O sentem, porque Ele venceu a morte e ressuscitou para que tivéssemos vida e vida em abundância (Evangelho de João, capítulo 10 e versículo 10). Ele vive em nós, mas o seu trabalho no céu é interceder por todos nós e nos garantir vida diante de Jeová porque Ele é o nosso caminho, o único caminho para o céu (Evangelho de João, capítulo 14 e versículo 6).

Se nos entregarmos Ele pode nos levar em santidade renovada para o céu e a caminhada nunca mais será difícil porque Jesus promete estar conosco por toda a vida, sendo assim nunca mais seremos sozinhos, nunca mais ligaremos para a dor, nunca mais ligaremos para a tristeza, nunca mais ligaremos para a destruição das nossas vidas, pois estaremos aqui de passagem apenas esperando o momento de chegarmos ao céu e fazermos parte da mais incrível experiência de toda a vida que conhecer a Cristo em um novo corpo de vida transformada.

As orações de Jesus, nosso altar de holocausto, por cada um de nós são válidas porque além de ser o nosso único caminho para Deus, temos a certeza de que Ele nos entende, pois Ele já foi homem assim como nós e sofreu tudo o que nós sofremos.

Toda essa magnífica realidade está sua disposição se você se render a vontade do Criador e reconhecer o seu filho como o único caminho (altar de incenso) para a salvação da morte que espera todo aquele que escolher rejeitar o Senhor. Como já escrevi em outros posts, ore ao Senhor perguntado se tudo isso que estou descrevendo aqui é real.

A Tenda da Presença de Deus. Parte 5# – “Deixa penetrar a Luz…”

É aconselhável que antes de ler este texto você passe por estes primeiro, se não quiser ler tudo leia pelo menos a parte 4:

A Tenda da Presença de Deus. Parte 1# – Eu sou a Porta.

A Tenda da Preseça de Deus. Parte 2# – A oferta do altar do holocausto.

A Tenda da Presença de Deus. Parte 3# – O Rio Vivo.

A Tenda da Presença de Deus. Parte 4# – Pães e filhos do Altíssimo.

A próxima parte desta série é sobre mais um dos objetos que representam vida da Tenda do Senhor: o candelabro de ouro.

A função básica dele na Tenda era iluminar seu interior com sete lâmpadas, sendo que era inteiramente de ouro puro e como já tinha dito no post passado o ouro simboliza a natureza divina manifestada, que no caso da mesa de pães tinha-se esta característica e também a natureza humana representada (a madeira, que no caso, representa o homem).

Vemos também aqui o princípio de que Deus quer um relacionamento de intimidade com o ser humano, porque as lâmpadas estarem acesas, assim como a mesa conter pães e o altar de incenso, que é o próximo objeto do qual iremos falar, queimar incenso sempre, dependia da manutenção dos seres humanos que estavam responsáveis pela ministração da adoração a Deus.

Enfim, vamos trazer o candelabro de ouro para a nossa época que é interessante para nós agora. Ele representa o que podemos achar em várias passagens bíblicas, tais como o Evangelho de Mateus, capítulo 5 e versículos 14 ao 16; Evangelho de João, capítulo 8 e versículo 13; capítulo 9 e versículo 5; Apocalipse, capítulo 1 e versículo 12 e 13.

Jesus é a Luz do mundo.

O mundo aqui se refere à sociedade humana e a luz que é Cristo é o que ilumina o que há ao redor, inclusive as maravilhas da terra ao redor da pessoa para que possamos desfrutar do melhor desta terra. Isso depende a você estar disposto a se entregar para o Senhor e levar a vida de Deus em perfeita santidade. Veja bem, se você vive na escuridão então você não consegue se der conta da realidade de Deus, aliás, estas palavras vão ser em vão, vão soar como loucura para os seus ouvidos (1ª Carta aos Coríntios, capítulo 2 e versículo 14) porque tudo isso só realmente vai importar se você deixar o candelabro de ouro entrar totalmente na sua vida te iluminando com toda a intensidade, se você crer e deixar Jesus cuidar totalmente da sua vida e declarar-lo como única luz desse mundo e da sua vida. Se você não tem consciência da realidade de Cristo então você pode tomar atitudes erradas que não agradam a Deus e prejudicam o seu próximo, de uma maneira que nem se nota; a sua noção de certo e errado pode estar totalmente ao contrário do que é certo. Peça para que o Espírito Santo te diga se você está no lugar certo ou não, mesmo que você diga que não sabe orar Ele não vai lhe negar um pedido desses.

Jesus, meu Senhor, declarou que Ele é a Luz do mundo e que por meio dEle podemos ver o mundo e a realidade espiritual de tudo. Ele promete isso, te levar ao mais alto monte da bênção e te entregar a sua herança que é uma vida de plenitude de comunhão com Deus que é para o que fomos criados.

“Deixa penetrar a luz

Deixa penetrar a Luz

Que a formosa luz de Deus fulgure em Ti e

Serás feliz assim…”

Harpa Cristã nº 96