TRECHOS DE DEUS: As cargas que você nunca deveria ter carregado.

 
 

A promessa do Salmo 23

Vamos a mais um “Trecho de Deus” do livro “Aliviando a bagagem” de Max Lucado. tudo isso foi tirado do capítulo “A bagagem da vida”. Eu cortei algumas partes, só coloquei um “resumo” por assim dizer e as fontes, imagens e etc também são meus. Espero que Deus fale com você, assim como falou comigo.

Possivelmente, você o fez esta manhã. Em algum lugar entre o primeiro passo ao sair da cama e o último passo ao sair pela porta, você agarrou alguma bagagem. Você caminhou até a esteira rolante e arrastou a carga. Não se lembra? É porque você fez sem pensar. Não se lembra de ter visto o terminal de bagagem? É porque a esteira não é aquela do aeroporto; é da sua mente. E as malas que carregamos não são feitas de couro; são feitas de encargos.

 A valise de culpa. Um saco de desgosto. Você acomoda a grossa sacola de fadiga sobre um ombro, e pendura a bolsa e aflição no outro. Adiciona uma mochila de dúvidas, mas a mala postal noturna de solidão, e um baú de temores. Logo você estará arrastando mais trastes que um carregador. Não admira que você esteja tão cansado ao final do dia. Puxar bagagem é exaustivo.

 Deus está dizendo a você: “Arrie a bagagem. Você está carregando pesos que não tem de suportar”.

 “Vinde a mim”, Ele convida, “todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 1.28).

 Se nós lho permitimos, Deus tornará mais leve o nosso fardo. Porém, como permiti-lo? Posso convidar um velho amigo para nos mostrar? O Salmo 23.

 O Senhor é o meu pastor;

 Nada me faltará.

 Deitar-me faz em verdes pastos,

 Guia-me mansamente às águas tranqüilas.

Refrigera a minha alma;

 Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.

 

 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte,

 Não temeria mal algum,

 Porque tu estás comigo;

 A tua vara e o teu cajado me consolam.

 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus Inimigos,

 Unges a minha cabeça com óleo,

 o meu cálice transborda.

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão

 Todos os dias da minha vida;

 e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Existem palavras mais amadas? Emolduradas e penduradas em saguões de hospitais, rabiscadas em paredes de presídios, citadas pelos vigorosos e cochichadas pelos moribundos. Nestas linhas, marinheiros têm achado um porto, os amedrontados têm encontrado um pai, e os que lutam pela vida têm deparado com um amigo.

 Você tem alguma bagagem? Você acha que Deus pode usar o salmo de Davi para aliviar-lhe a carga? Viajar sem bagagem significa confiar a Deus as cargas para as quais você não foi destinado.

 Há certos pesos na vida que você simplesmente não pode carregar. Seu Senhor está lhe pedindo para largá-los e confiar nEle. Ele é o pai que reivindica a bagagem. Quando um pai vê o filho de cinco anos tentando puxar da esteira rolante a mala da família, o que ele diz? O pai dirá ao filho o mesmo que Deus está dizendo a você.

 “Largue isto filho. Eu a carregarei”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s